O estado de saúde do ator Paulo Gustavo, internado com covid-19 no Rio de Janeiro desde 13 março, apresentou uma piora em decorrência de uma embolia súbita. Segundo boletim médico divulgado pela assessoria do ator, o quadro é “instável e de extrema gravidade”. Ontem, após a redução dos sedativos, o humorista chegou a acordar e interagiu com os médicos e o marido. No entanto, à noite ele apresentou uma piora súbita, com redução no nível de consciência.

Os médicos identificaram uma embolia gasosa, que é o bloqueio de vasos sanguíneos por bolhas de ar. No caso de Paulo Gustavo, a embolia atingiu o sistema nervoso: “À noite, subitamente, houve piora acentuada do nível de consciência e dos sinais vitais, quando novos exames demonstraram ter havido embolia gasosa disseminada, incluindo o sistema nervoso central, em decorrência de uma fístula bronquíolo-venosa.” O boletim conclui: “Infelizmente, a situação clínica atual é instável e de extrema gravidade”.